CASES

O que dizem as empresas que utilizam

as soluções dos parceiros da Samurai.

CASE SIGHTCALL PARA

EE (BT GROUP)

A EE é uma operadora de rede móvel britânica, provedora de serviços de internet e uma divisão do BT Group. Foi criada em 2010 como uma joint venture 50:50 entre a Deutsche Telekom e a France Télécom através da fusão dos seus respectivos negócios da T-Mobile e da Orange no Reino Unido.
CASE SIGHTCALL PARA

ALLIANZ INSURANCE

A maior seguradora do mundo nasceu em 1890 em Berlim, na Alemanha, e virou uma seguradora multinacional ao abrir uma filial em Londres em fins do século XIX. A partir de então, sua presença no mundo apenas aumentou. Hoje a Allianz está em 70 países e, no Brasil, atua principalmente para seguros de empresas, pessoas e produção rural.
CASE SISENSE PARA

NASDAQ

Centenas de empresas líderes, de start-ups a empresas, em 49 países usam o Sisense para transformar seus dados em insights. O Sisense permite que esses usuários de negócios participem, analisem e visualizem facilmente grandes conjuntos de dados de várias fontes, tudo sem depender da TI. Veja mais em: https://www.sisense.com/case-studies/
CASE SISENSE PARA

AIRBUS

Para o Global Market Forecast Team da Airbus, é importante entrar nos detalhes granulares de seus dados, mas, antes da Sisense, isso simplesmente não era possível. Agora, a equipe da Airbus usa a análise fácil de usar da Sisense para aprofundar os dados que eles sempre souberam que tinham, mas nunca tiveram acesso. Veja mais em: https://www.sisense.com/case-studies/
CASE LIVE TIM

BLUE BOX

O produto lançado apenas em meados de 2015, é um set-top box com sintonizador digital e capacidade de baixar aplicativos. Entre os apps que trazia estavam o Netflix e a Self TV, este último da TV Alphaville, e que permitia aos assinantes Live TIM em São Paulo e Rio de Janeiro assinar canais da operadora de TV. Veja mais em: http://www.telesintese.com.br/tim-lanca-plataforma-de-tv-paga-e-streaming/
CASE

URNA ELETRÔNICA BRASILEIRA

Em 1995, o engenheiro eletrônico formado pelo ITA e ex-presidente da Abicomp (Associação Brasileira da Indústria de Informática) Carlos Rocha dirigia a empresa Omnitech, que foi contratada pela multinacional Unisys para trabalhar na criação e na montagem da primeira versão da urna.

Para projetar, desenvolver e fabricar a urna eletrônica para as eleições de 1996, foi aberta uma licitação com o Edital TSE 002/1995, onde concorreram a IBM, que propôs um projeto baseado em um notebook, a Procomp, que apresentou uma espécie de quiosque de auto atendimento bancário e a Unisys, a vencedora da licitação com um design original que se tornou o padrão utilizado até hoje.

 A urna eletrônica brasileira foi, integralmente, concebida, pela equipe de engenheiros da Omnitech, com recursos próprios, e o pedido de patente de invenção encontra-se em análise, no INPI, até hoje.

QUEREMOS CONHECER OS SEUS DESAFIOS

Conte-nos os seus objetivos e teremos um grande prazer em conversar e ajudar você a transformar o seu negócio.